[RESENHA #865] A BIOGRAFIA ÍNTIMA DE LEOPOLDINA - MARSILIO CASSOTTI


Sinopse: Leopoldina de Habsburgo é um personagem decisivo na história do Brasil. Mas sua vida íntima é pouco conhecida. Baseada no que contam (e ocultam) as cartas de Leopoldina, em um tom intimista e no ágil estilo do vienense Stefan Sweig, esta obra de Marsilio Cassotti é uma educação sentimental e política digna de escritores franceses do porte de Stendhal ou Flaubert, mas ambientada no Brasil. É a biografia de uma mulher excepcional escrita com rigor histórico, que se lê como um romance. Além do papel decisivo de Leopoldina na Independência do Brasil, a biografia narra a frieza com que Carlota Joaquina (sua sogra) a trata por ela não ser uma portuguesa ou espanhola. Seu marido, D. Pedro I, não é tão seletivo. Para ele, quando se trata de amor físico, basta que seja mulher. Leopoldina, por sua vez, sublima a dor das traições em constantes gestações e nos cuidados com os filhos. Esses e outros detalhes da vida de Leopoldina são abordados de forma única e saborosa nessa biografia romanceada.

Resenha/Opinião: Em nossa história há alguns nomes que contribuíram para o processo de emancipação política e um deles foi Carolina Josefa Leopoldina de Habsburgo-Lorena, a primeira Imperatriz do Brasil. Infelizmente se compara a figura de D. Pedro I e até mesmo José Bonifácio, D. Leopoldina é uma figura quase desconhecida pelos brasileiros nos dias atuais, isso é uma pena, já que a nossa Imperatriz foi uma mulher influente, independente e determinada, ela inclusive escolheu o futuro esposo.

Leopoldina era uma mulher religiosa e se preocupava ao seu novo país (Brasil), pois ela era austríaca e após se casar em Viena (Áustria) veio para o Brasil. Visionária, Leopoldina assumiu o poder, ainda que brevemente após D. Pedro I se afastar do trono para lidar com uma rebelião provincial. Nesse meio tempo Portugal pressionou o Brasil, eles queriam tirar a condição de reino e o Brasil deveria se tornar uma colônia outra vez, já que João IV havia retornado para a terra natal, mas foi Leopoldina juntamente com José Bonifácio que assinou a declaração de independência do país e depois convenceu o marido a proclama-la.

Marsilio Cassotti em seu livro não apresenta apenas esse momento histórico, ele leva ao conhecimento do leitor a infância de Leopoldina na Áustria, infância essa em berço de ouro, já que ela e
ra filha do Imperador Francisco I da Áustria com a sua segunda esposa, Maria Teresa das Duas Sicílias. Leopoldina foi criada e educada desde muito nova para ser uma consorte exemplar e ela o fez de forma magistral, apesar disso, a Imperatriz tinha um temperamento difícil e ainda assim precisou sofrer calada com os casos extraconjugais do seu marido, pois mantinha fiel aos seus ideias, mas sobretudo aos sonhos para o Brasil.


Cassotti é brilhante ao demonstrar o conhecimento que possui sobre a casa dos Habsburgo, mas também sobre outras casas poderosas que reinaram a Europa naquela época. Cassotti também realiza uma ligação (apesar de separadas pelo tempo) entre Leopoldina com a sua tia-avó, Maria Antonieta, a última rainha da França.

A biografia íntima de Leopoldina é dividida em 23 capítulos e o autor me apresentou diversos dados que eu desconhecia sobre a vida de Leopoldina, mas para alguns leitores talvez não tenha nada de novo. Eu quero deixar bem claro que essa é uma biografia romanceada sobre essa figura histórica importantíssima em nosso país, dessa forma o autor teve a liberdade de reinterpretar alguns fatos, mas isso em nada me incomodou. Antes que eu me esqueça, Leopoldina em sua infância presenciou a invasão das tropas napoleônicas em Viena e ela perdeu a sua mãe prematuramente, o mesmo ocorreu com a sua madrasta, dessa forma ela não teve uma figura materna muito presente.


A leitura fluiu tranquilamente, conta com uma narrativa leve, mas já aviso que tem muitas informações, então pode ser uma leitura arrastada para alguns leitores. Eu não tenho do que reclamar, já que eu simplesmente amei essa leitura e recomendo para quem deseja conhecer Leopoldina, uma mulher forte que estava muitos anos à frente do seu tempo. 

Sobre o autor: Marsilio Cassotti estudou Ciências Políticas com especialização em Relações Internacionais na Universidade Católica de Buenos Aires e Língua no Instituto Católico de Paris. Durante anos foi diretor de uma bem-sucedida coleção de História em uma editora do Grupo Planeta em Barcelona, e assessor em outras editoras de Madri e Lisboa, pertencentes a um importante grupo de comunicação italiano, bem como de destacadas autoras, dentre as quais estão Catarina de Habsburgo, Arquiduquesa da Áustria. Publicou, além de outras obras, Infantas de Portugal, rainhas em Espanha, D. Teresa, a primeira rainha de Portugal, Carlota Joaquina, o pecado espanhol e A reina adúltera — crônica de uma difamação anunciada, biografias que foram acolhidas favoravelmente pelo público e pela crítica.

Ficha técnica:
Título: A biografia íntima de Leopoldina
Autor: Marsilio Cassotti
Tradução: Sandra Martha Donlinsky
Editora: Planeta
Páginas: 304
Ano: 2021 (2ª edição)
ISBN: 9788542204964
Onde comprar: Amazon

Postar um comentário

0 Comentários