[RESENHA #869] FÍSICA EM 12 LIÇÕES - RICHARD P. FEYNMAN


Sinopse: É improvável que o mundo veja outro Richard Feynman. Era um homem de seu tempo. O estilo de Feynman funcionou bem para uma disciplina em vias de consolidar uma revolução e embarcar na exploração abrangente de suas consequências. A física do pós-guerra estava segura em seus fundamentos, madura em suas estruturas teóricas, mas amplamente aberta para explorações bisbilhoteiras. Feynman adentrou um mundo maravilhoso de conceitos abstratos e imprimiu seu estilo pessoal de pensamento em muitos deles. Este livro fornece um vislumbre singular da mente de um notável ser humano.

Resenha/Opinião: A física sempre foi um tormento em meus anos de ensino médio, uma matéria que eu tinha quase uma repulsa e isso ocorria por minha própria culpa, tendo em vista que eu não tinha qualquer tipo de paciência para realizar os cálculos e estudar as teorias. Ao realizar essa leitura e já com uma maturidade de vida e de estudos, eu pude rever e reaprender alguns conceitos fundamentais da física que aprendi quando jovem.


Esse é um livro que contém transcrições de palestras que foram ministradas pelo famoso físico Richard P. Feynman aos estudantes de ciências e física quase de modo informal e o objetivo do autor é claro, fornecer ao leitor a compreensão básica sobre os conceitos introdutórios que são os pilares dos dois famosos princípios da relatividade de ninguém mais, ninguém menos do que Albert Einstein. Feynman transmite tais conceitos de forma simples e bem humorada.

Nessas transcrições Feynman aborda assuntos como a termodinâmica dos corpos, movimento atômico e até mesmo a gravitação, mas também as formas de energia. Durante as suas explicações o professor faz uso de exemplos corriqueiros para a melhor compreensão e representação das situações.

Através de uma linguagem ao meu ver bem compreensível, o autor nos apresenta uma introdução desse mundo fascinante da física (minha concepção sobre a área foi mudando ao longo dos anos), e faz isso através de 12 lições. Feynman é um dos maiores nomes de todos os tempos na área, dessa forma facilita a nossa compreensão sobre as equações físicas e matemáticas.


Queria eu que esse livro estivesse disponível na primeira metade da década dos anos 2000, pois sem sombras de dúvidas eu teria outro olhar para a física, acredito que a minha compreensão sobre a física seria completamente diferente daquela que tive quando jovem. Eu sei que a física não é um assunto fácil e que nem todos dominam, mas para aqueles que possuem um domínio básico sobre matemática e física é possível perceber que o conhecimento compartilhado por Feynman não é tão difícil de domar e lidar como imaginamos.

Diferentemente de alguns livros de física que tive em mãos, Física em 12 lições é uma leitura envolvente, está longe de ser complicada ou enfadonha e não exige do leitor conhecimentos prévios sobre a área. Recomendo para todos que desejam conhecer a física, ainda que de forma breve. Foi simplesmente uma leitura prazerosa.


Sobre o autor: Nasceu em Nova York e cresceu em Far Rockaway. Desde criança demonstrava facilidade com ciências e matemática. Cursou física no Instituto de Tecnologia de Massachusetts onde, graças a John Slater, Julius Stratton e Philip Morse, além de outros professores, era devidamente conceituado. Na graduação, em colaboração com Vallarta, publicou um artigo sobre os raios cósmicos. Outro artigo foi publicado no mesmo ano, creditado somente a Feynman, versando sobre forças moleculares.

Adicionalmente a seus trabalhos sobre física teórica, Feynman foi pioneiro na área de computação quântica, introduzindo o conceito de nanotecnologia, no encontro anual da Sociedade Americana de Física, em 29 de dezembro de 1959, em sua palestra sobre o controle e manipulação da matéria em escala atômica. Defendeu a hipótese de que não existe qualquer obstáculo teórico à construção de pequenos dispositivos compostos por elementos muito pequenos, no limite atômico, nem mesmo o princípio da incerteza.

Pós graduado em Princeton, sede do Instituto de Estudos Avançados, do qual participou Albert Einstein. Lá, fica sob a supervisão de Wheeler, com o qual cria uma teoria de eletrodinâmica clássica equivalente às equações de Maxwell. No seu trabalho, desenvolve a eletrodinâmica quântica, onde utiliza o método das integrais de caminho. Participa também do projeto Manhattan.

Torna-se professor da Universidade de Cornell e em seguida do Caltech (Califórnia, USA) onde atuou como professor por 35 anos e ministrou 34 cursos, sendo 25 deles cursos de pós graduação avançados, os demais cursos eram, basicamente, introdutórios de pós graduação, salvo o curso de iniciação à física ministrado para alunos dos 1° e 2° anos durante os anos de 1961-1962 e 1962-1963, cursos que originaram uma de suas mais conceituadas obras, o Feynman Lectures on Physics publicado, originalmente, em 1963. Dois anos depois, em 1965, Feynman recebeu o Nobel de Física por seu trabalho na eletrodinâmica quântica. Concebeu, ainda, a idéia da computação quântica, e chefiou a comissão que estudou o acidente do ônibus espacial Challenger em 1986.

Ficha técnica:
Título:
Física em 12 lições
Autor: Richard P. Feynman
Tradução: 
Ivo Korytowski
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 296
Ano: 2021
ISBN: 9786556401614
Onde comprar: Amazon - PlayLivros 
(Aplique o cupom OURO30 e ganhe 30% de desconto)

Postar um comentário

0 Comentários